CA3169D2-0C5D-4853-8E64-A40DA42568A7.jpe

Por

ETIENE BAHÉ

Assessora de Imprensa e Gestora de Mídias Sociais na ATI / PE e na SUCESU / PE

  • Sucesu PE

46 efeitos negativos do uso das redes socias



As redes sociais como Facebook e Instagram são usadas por mais de 3,6 bilhões de pessoas em todo o mundo. O Journal of Global Information Management publicou um estudo desenvolvido por pesquisadores da University of Technology Sydney que relatou 46 efeitos nocivos do uso das redes sociais. Confira a lista abaixo e saiba se você possui algum desses sintomas...


Pânico, Irritação, Estresse, Depressão, Culpa, Inveja, Solidão, Comportamentos impulsivos, Ansiedade, Insatisfação consigo mesmo, Vício em distração, Deterioração do humor, Redução da autoestima e da autoconfiança, Vício no uso das redes sociais, Sobrecarga de informação, Perda de tempo, Perda de energia, Perda de dinheiro, Sobrecarga de trabalho, Aumento do apetite por assumir riscos financeiros, Posts inapropriados, Conteúdo pobre, Piadas "idiotas", Ser exposto a imagens/mensagens sexuais, Conteúdo ofensivo, Falta de privacidade, Violação da privacidade, Falta de segurança online, Comunicações não solicitadas, Publicação de informações privadas, Confusão do que é real ou não (sobre o que é visto nas redes), Decepção, Mau uso das informações, Representação (alguém atuando ser algo que não é), Roubo de dados pessoais, Comportamento de cyberstalker, Softwares malignos, Engenharia social, Riscos de cair em golpes como o phishing, Sentimento de estar sendo abusado, Ser assediado, Entrar em conflito com outras pessoas, Incitamento ao suicídio, Delinquência, Baixa performance acadêmica, Baixa performance no emprego.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Semana Cripto+

O InfoMoney realiza entre os dias 22 e 26 de novembro a Semana Cripto+. Em lives diárias, sempre às 17h30, especialistas falam de investimento, tecnologia e regulação de Bitcoin. Para participar, insc

Reparo "self-service" da Apple

Quem tem iPhone 12 e 13 pode já pode consertar seu próprio celular. A Apple agora permite e até vai fornecer as ferramentas e peças originais necessárias aos reparos. Fonte: www.g1.globo.com

Gigantes da tecnologia

Se os gigantes da tecnologia dos Estados Unidos já faturavam bilhões de dólares antes da pandemia do novo coronavírus, imagina agora onde a tecnologia se tornou imprescindível na vida das pessoas e em