top of page
banner_blog_da_sucesu_pe.png
  • Foto do escritorSucesu PE

Ronaldo Carneiro Leão em entrevista exclusiva para o blog Sucesu PE.

Por Etiene Bahé

O escritor Ronaldo Carneiro Leão lançou o seu livro “Depois dos Humanos” durante o Clube da T.I. do dia 18 de abril, que abordou o tema Inteligência Artificial - um evento promovido pela Sociedade dos Usuários de Tecnologia de Pernambuco. No livro, o ex-diretor da Sucesu PE, conta uma história com IA, robôs e humanos de amanhã. Detalhe: o prefácio foi todo escrito pelo ChatGPT.


O livro DEPOIS DOS HUMANOS, o 33º livro escrito pelo autor, pode ser adquirido no site da Amazon por R$10,00. Sua próxima obra será lançada ainda esse mês com o título O UNIVERSO É O MEU QUINTAL.


Sucesu Tech – Do que fala o livro DEPOIS DOS HUMANOS?


Ronaldo Carneiro Leão - é uma história onde os personagens são robôs com alto grua de IA. Os humanos se sentem ameaçados e um deputado inicia uma campanha para desmontá-los. Alguns não só simulam sentimentos como realmente sentem e ganham direito à vida. O tal deputado amedronta a humanidade de modo que um ENORME investimento é feito para mandar todos os robôs para outro planeta. Por conta do medo, os recursos são liberados. No dia da partida o deputado vai com eles, pois era de fato um robô. A história fala de amor e desse receio que já temos de sermos dominados por máquinas.


Sucesu Tech - O livro DEPOIS DOS HUMANOS foi fruto desse medo que muitas pessoas têm de perderem espaço para robôs por conta da I.A.?


Ronaldo Carneiro Leão - Estou sempre escrevendo. Sempre. Li uma matéria assinada por Ana Canosa, questionando sobre se já estamos preparados para fazer sexo com robôs. O texto, muito bom, abordava diversas questões sobre o assunto, incluindo bordeis no Japão que usam apenas bonecas cada vez mais parecidas com pessoas humanas. A matéria indicava que em 2050 teremos mais relações sexuais com seres artificiais do que com verdadeiros sapiens. Então me deu vontade de escrever sobre isso. Aí, escrevi.



Sucesu Tech - Há algo de verdadeiro neste livro ou é só ficção?


Ronaldo Carneiro Leão - Escrevo muito sobre ficção científica. Sempre procuro ter uma base científica para as situações criadas. Às vezes faço muitos cálculos e pesquiso para ter um embasamento realista, mas toda a trama é fruto da imaginação. E, naturalmente, com bastante frequência abandono tudo e parto para a fantasia. Escrevi sobre uma viagem à Alpha Centauri (840 anos) e faço cálculos sobre produção de proteína, reciclagem de material, um monte de coisas. Sempre me divirto muito com isso.

Por exemplo: Napoleão Bonaparte perdeu a virgindade com uma prostituta que encontrou nas ruas de Paris, quando tinha 18 anos e era aluno da escola militar. Registrou isso em seu diário com muito entusiasmo. Nada mais se sabe sobre essa menina. Dei vida a ela e fiz com que acompanhasse a trajetória de Napoleão até a sua morte. O livro tem personagens reais da história francesa e personagens criadas, mas que respeitam o contexto. Dá mais trabalho esse tipo de coisa, pois exige pesquisa, do que ficção científica, onde fico mais livre e apenas tenho que respeitar as leis da natureza.


Sucesu Tech - Quando foi diretor da Sucesu PE? Tem algo marcante sobre a Sucesu que deseja retratar?


Ronaldo Carneiro Leão - Acho que foi final da década de 70. Criamos o Byte de Ouro, um prêmio anual para pessoas de destaque e compramos uma sede própria. Tenho algum material fotográfico e matéria de jornal. O segundo presidente da SUCESU (José Britto) tem um acervo fotográfico bem interessante.

Sucesu Tech - Quando o senhor se apaixonou pela área de tecnologia? Conte um pouco da sua trajetória.


Ronaldo Carneiro Leão - Entrei na área de informática como programador do Bompreço, para uma máquina super moderna que não existe mais e usando uma linguagem moderna que não existe mais. Participei do primeiro computador do Bompreço (quando entrei, tinha 3 lojas e quando sai tinha 7). Depois fui ser analista de sistemas e gerente na Companhia Industrial Pernambucana, que também não existe mais.

Estive em diversas empresas sempre na área de Informática e quase todo o tempo em cargo de direção (EMPREL, COMPESA, entre outras). Tive posições de destaque e então resolvi empreender. Passei um tempo como pequeno empresário. Agora quero apenas ser escritor.

Sucesu Tech – Então seu projeto de vida é escrever. Sinal que mais coisa boa vem por aí...


Ronaldo Carneiro Leão - Com a perda da voz, deixei de frequentar alguns ambientes como essas reuniões de TI, porque não consigo me comunicar. É chato. Mas posso contribuir muito ainda, escrevendo. Inclusive, acho que devíamos realmente fazer um trabalho de recuperação da história da SUCESU. Hoje, as pessoas acreditam que a nossa informática pernambucana foi impulsionada pelo Porto Digital, CESAR... mas, tudo nasceu da SUCESU. Isto não deve ser esquecido. Fiz recentemente o livro PROCENGE 50 ANOS. A ideia surgiu exatamente com o intuito de não deixar a história cair no esquecimento.


157 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Coluna Tech

By Etiene Bahé Clube da TI Tem Clube da TI na QUARTA-FEIRA (16) com a CEO da M Branco Consultoria e Treinamento. Sarah Branco vai falar sobre "Design Thinking na Resolução de Problemas Complexos". O e

Comments


bottom of page